Parceiros
MundoTurismo

Sem dinheiro e sem voos, russos desesperam na Tailândia

- publicidade -

Milhares de turistas russos na Tailândia estão a enfrentar o problema de não terem dinheiro e de não conseguirem regressar à Rússia, devido às sanções impostas após a invasão militar à Ucrânia.

Os cancelamentos de voos, a crescente desvalorização do rublo e o bloqueio às redes de acesso a bancos russos, retirados dos sistemas SWIFT, deixaram mais de 7.000 russos num limbo, na zona turística de Puket, Koh, Samui, Pattaya e Krabi, na Tailândia, depois da Visa e Mastercard terem anunciado que suspendiam as operações com a Rússia.

A informação foi avançada pelo ministro do turismo tailandês, que deixou um apelo às entidades responsáveis pelas estâncias turísticas.

«Temos de ser bons anfitriões e garantir o bem-estar de todos», referiu Yuthasak Supasorn à Reuters, relembrando que «temos vários turistas russos que ainda se dirigem à Tailândia».

O pedido foi feito a hotéis para «reduzirem preços e permitirem que os turistas alarguem o tempo de hospedagem», segundo o presidente da Associação de Turismo tailandês, Bhummikitti Ruktaengam.

Segundo os turistas, também não têm obtido respostas por parte da Embaixada russa em Banguecoque.

Por parte das autoridades tailandesas, que não participam nas sanções contra a Rússia, estão a ser feitas tentativas para repatriar os turistas através de voos pelo Médio Oriente para Moscovo, e consideram o uso da criptomoeda, para pagamento das estadias nos hotéis.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário