Parceiros
Crime
Em Destaque

Sem-abrigo escapa a meses de escravidão em Espanha

O homem andou a pé mais de 10 quilómetros para pedir ajuda.

- publicidade -

Um homem de 52 anos que vivia nas ruas da cidade do Porto, foi aliciado por um casal de 44 e 42 anos, residentes em Vila Flor, a trabalhar com comida, alojamento e ordenado ao fim do mês, a que o sem-abrigo acedeu, pois iria viver uma vida mais calma e em condições.

O pesadelo do homem começou logo nos primeiros dias, foi levado para Almería, Espanha, forçado a trabalhos pesados na vindima, o casal retirou de imediato toda a documentação da vítima e todos os dias era alvo de agressões e ameaças. O salário que recebia, seria retido pelo casal já com antecedentes criminais idênticos. O homem foi transportado de volta a Vila Flor, em Novembro.

A vítima convenceu os suspeitos de que teria que tomar a dose da vacina da Covid-19, conseguindo fugir do local com os documentos, percorrendo mais de 10 quilómetros a pé até chegar ao Posto da GNR para pedir ajuda. O caso transitou para a Polícia Judiciária do Porto que já deteve o casal que está acusado de escravidão e tráfico humano.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário