Parceiros
AlcochetePaís

SEGURANÇA – Inspeção Judicial ao Campo de Tiro de Alcochete marcada para 14 de Novembro

A presidente do coletivo de juízes do Tribunal Central Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça, Helena Pinto, marcou para a próxima quarta-feira, 14 de novembro, uma ‘inspeção judicial’ ao local onde se realizou o curso de Comandos, no qual morreram os instruendos Hugo Abreu e Dylan da Silva.

A juíza presidente marcou o ponto de encontro na Porta de Armas do Campo de Tiro, em Alcochete, pelas 10h00, com a presença de advogados e arguidos e solicitou ainda que se informasse e diligenciasse junto da Força Aérea Portuguesa (Campo de Tiro, em Alcochete, é uma unidade militar deste ramo das Forças Armadas), a requisição de viatura adequada para o transporte até à zona onde se realizou o curso.

Hugo Abreu e Dylan da Silva, à data dos factos ambos com 20 anos, morreram e outros nove instruendos sofreram lesões graves e tiveram de ser internados durante a denominada ‘Prova Zero’ (primeira prova do curso de Comandos) do 127.º curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, a 4 de setembro de 2016.

Hoje no Tribunal continua a inquirição, na segunda sessão consecutiva, do major Vasco Brazão, que liderou a investigação da Polícia Judiciária Militar (PJM) às duas mortes no 127.º curso de Comandos, e que está a depor na qualidade de testemunha.

Em junho do ano passado, o Ministério Público (MP) deduziu acusação contra 19 militares do Exército, todos do Regimento de Comandos, considerando que os mesmos atuaram com “manifesto desprezo pelas consequências gravosas que provocaram” nos ofendidos.

Os oito oficiais, oito sargentos e três praças, todos militares do Exército do Regimento de Comandos, a maioria instrutores, estão acusados, ao todo, de 539 crimes de abuso de autoridade por ofensa à integridade física.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.