SANTIAGO DO CACÉM – Balanço positivo da Feira do Monte 2018

0
442
????????????????????????????????????
Tempo de Leitura: 2 minutos

O presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, fez um balanço positivo da Feira do Monte 2018, que se realizou no Parque de Feiras e Exposições, em Santiago do Cacém, entre os dias 31 de Agosto e 2 de Setembro.

Para Álvaro Beijinha “não há dúvida nenhuma que esta edição da Feira do Monte foi claramente uma das melhores dos últimos anos. Nos três dias tivemos sempre casa cheia, isso percebeu-se pela concentração de pessoas na zona dos espetáculos, a circular nos pavilhões e nos stands de artesanato, na área dos divertimentos e da feira franca. Por estas razões o balanço é positivo.”

Para o edil, os principais objetivos a que a Câmara se propôs “foram claramente alcançados, ao nível da promoção do nosso Concelho e do nome de Santiago do Cacém. Conseguimos atrair muitas pessoas de fora, e promover os nossos produtos locais.” O Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém não deixou de felicitar todos os que contribuíram para a realização da Feira do Monte e para o seu sucesso, “em particular aos trabalhadores da Câmara.”

Durante a edição 2018 da Feira do Monte foi distinguida como a melhor peça de artesanato o trabalho apresentado por Carlos Campos, do stand Floras Boy, um flamingo feito de galhos e cochos em cortiça. O candeeiro feito de conchas apresentado por Irene Arantes da Hobby&Art recebeu uma menção honrosa. O Lagar da Abela foi distinguido com o prémio de melhor Stand, com a sua fonte de azeite e fotografias com mais de meio século do lagar. Foi ainda atribuída, pela primeira vez, uma menção honrosa ao stand Arte e Traje, de Isaurinda Pereira e aos seus bonecos de pano com trajes tradicionais.

Durante o Certame foram entregues os diplomas aos premiados do concurso de fotografia – “Num Instante…um novo olhar”, a iniciativa insere-se no âmbito da promoção turística do Município de Santiago do Cacém e da edição 2018 da Feira do Monte. Para o Vereador Albano Pereira este concurso revela grande importância porque “dá a conhecer o nosso Município, o seu património e a sua beleza.” Para os concorrentes, todos fotógrafos amadores, “é uma forma de darem a conhecer o seu trabalho.” O Vereador sublinha ainda que este ano o número de participantes a concurso foi superior ao de 2017, “sendo que muitos deles são de fora do Município.”

O 1.º prémio foi para Nuno Mateus com a fotografia intitulada “As muralhas” (Castelo de Santiago do Cacém), a Rui Manuel Candeias Sobral foi atribuído o 2.º prémio à fotografia Arrozais (Monte dos Alhos). e Fernando Manuel Paulino recebei o 3.º prémio com a fotografia intitulada “Moinho de Água” (Moinho da Gamita).

 

Fonte: Câmara Municipal de Santiago do Cacém

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome