NacionalSantiago do Cacém

Santiago do Cacém | Aluno aceite no Master on Advanced Robotics pede ajuda para propinas

- publicidade -

Hugo Frazão foi aceite num dos mais prestigiados programas de Mestrado em Robótica, o Japan-Europe Master on Advanced Robotics (JEMARO), programa onde sonha poder estudar.

No entanto, sem o valor total das propinas, este jovem de Santiago do Cacém não conseguirá avançar com a sua matrícula, pelo que decidiu criar uma campanha de angariação de fundos.

«Infelizmente, não tenho condições para o pagar sozinho e não consegui uma bolsa que cubra todos os custos do programa», explica o jovem estudante na página da sua campanha.

«Já entrei em contacto com as embaixadas portuguesas, programas de bolsa e grandes companhias de robótica, mas não me ofereceram qualquer tipo de apoio até ao momento. Consegui entrar no mestrado mas não consegui a bolsa da Erasmus Mundus.»

Hugo Frazão apaixonou-se pela área da mecânica a trabalhar na oficina do pai durante os verões e, desde então, já completou várias formações técnicas, profissionais e uma licenciatura na área da Mecânica.

«Durante a minha licenciatura, tive oportunidade de viajar até Tianjin, na China, para fazer uma formação intensiva em Automação e Robótica para um projecto na minha universidade [Instituto Politécnico de Setúbal] chamado «Luban Workshop.»

Foi através do contacto com a Robótica que Hugo tomou conhecimento do JEMARO, um programa que acredita «pode proporcionar-me uma educação de elevada qualidade e o conhecimento técnico de que necessito para prosseguir uma carreira em Robótica».

Mas este é um programa com custos elevados que Hugo não consegue suportar sozinho, o que motiva a criação do seu crowdfunding na plataforma GoFundMe.

«Estou a angariar fundos porque fui aceite no programa em Abril mas não consegui a bolsa que cobre todos os custos, o que faz do programa demasiado caro para que eu consiga suportá-lo sozinho.»

São necessários cerca de 26 mil euros ao longo dos próximos dois anos, mas o prazo mais urgente está fixado até 15 de Junho, data em que o jovem estudante precisará dos 4.500 euros de propinas que o permitirão confirmar a sua entrada no mestrado.

«Sinto que os meus estudos e os meus projectos me conduziram até esta oportunidade e fazer parte do programa JEMARO será a melhor experiência para mim e para a minha carreira.»

Conheça a campanha de Hugo Frazão, auxiliado por Margarida Afonso.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui