SANTIAGO DO CACÉM – 4.ª Edição do Festival Gastronómico da Lagoa de Santo André

DR - JF Santo André
publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Além da inevitável enguia e de outras iguarias, a tainha promete ser a “rainha” da 4.ª edição do Festival Gastronómico da Lagoa de Santo André, que se realiza na tenda multiusos, na Costa de Santo André, entre os dias 26 e 28 de Outubro.

Organizado pela Junta de Freguesia de Santo André, o certame tem conhecido uma trajetória crescente e promete mais e melhor para este ano. O desafio é, mais uma vez, para que os visitantes degustem os sabores da lagoa, do mar e da terra.

“O que queremos, com esta iniciativa, é desenvolver, em termos económicos e turísticos, a Costa de Santo André, para que as pessoas venham cá mesmo na época baixa, que foi o que aconteceu nas três primeiras edições, que foram um grande sucesso”, sublinha o presidente da JFSA, David Gorgulho. “Os apelos são grandes. Vamos ter seis stands com gastronomia da região, bem como exposição e venda de doces, licores e fruta”.

Massinha de choco, sopa de tomate com tainha, ensopado de enguias, bolonhesa de tainha, feijoada de choco, arroz de mexilhão, ou caril de tainha são alguns dos pratos que prometem fazer furor entre os visitantes, complementados com vários petiscos, outros pratos de peixe e de carne, e a indispensável doçaria tradicional/conventual.

David Gorgulho destaca ainda a “animação cultural cheia” ao longo dos três dias, com “um total de oito espetáculos, com a música tradicional alentejana e os bailes em evidência”.

As entradas são livres e as portas abrem já na sexta-feira, às 18h30, para a inauguração/boas-vindas, que contará desde logo com petiscos apetecíveis e um moscatel de honra. No sábado e domingo, as portas do Festival estarão abertas a partir das 12h00.

O 4.º Festival Gastronómico da Lagoa de Santo André conta com patrocínios de algumas empresas e o apoio da Câmara Municipal de Santiago do Cacém e é cofinanciada pelo PROMAR – Programa Operacional de Pesca do Ministério da Agricultura e do Mar.

Fonte: Junta de Freguesia de Santo André 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome