Atualidade

Sandes, sumo e maçã podre para profissionais de saúde que fazem turnos de 11 horas revolta internet

- publicidade -

António Raminhos usou as suas redes sociais para partilhar um grito de revolta sobre a alimentação disponibilizada aos profissionais de saúde.

Na imagem é possível ver que apenas foi cedido um pão misto e um sumo, a par de “uma maçã que já tinha deitado fora porque estava podre”, a uma enfermeira que fez um “turno de quase 11h00”, alertou o humorista

tarot terapêutico

“É isto. É isto que os profissionais de saúde têm para comer durante um turno de quase 11h. Não anda a circular na net, foi uma amiga enfermeira que me enviou… ah e falta uma maçã que já tinha deitado fora porque estava podre! Quem anda a salvar vidas… é isto. E não só! Nos serviços não há roupa para as camas, não há almofadas, não há pijamas, não há roupa interior para os doentes. Isto é uma guerra e nós podemos ser o exército. Como? Identifiquem aqui todas as grandes marcas, hipermercados, hotéis e lojas de vestuário (que podem fornecer a roupa). Se conhecem alguém diretamente, passem a mensagem. Não é altura de apontar o dedo, se querem ser heróis do teclado, sejam a ajudar. É altura de fazer alguma coisa dentro da medida de cada um”, escreveu.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui