DestaqueNacional

Saiba quais são os dez conselhos da DGS para o Natal e Ano Novo

Na conferência de imprensa de atualização sobre a situação pandémica em Portugal, o subdiretor-geral da Saúde, Rui Portugal, apresentou dez recomendações para as datas festivas do Natal e Ano Novo.

- publicidade -

Na conferência de imprensa de atualização sobre a situação pandémica em Portugal, o subdiretor-geral da Saúde, Rui Portugal, apresentou dez recomendações para as datas festivas do Natal e Ano Novo.

São estas:
1 –
 Cumprir todas as regras que estejam em vigor na quadra festiva, relativamente ao concelho, região e país.

2 – Se estiver doente ou se lhe foi aconselhado o isolamento profilático deve cumprir as regras. Se sabe que um familiar está doente e esteve em contacto com ele, deve manter-se afastado e isolado. Deve apoiar os que estão doentes, poios o afastamento físico não significa afastamento familiar ou social

3- Reduzir os contactos antes da quadra festiva e durante esse período. Em vez de socializar com muitas pessoas, devemos tentar reduzir esse número substancialmente. 

4 – Reduzir todo o tempo de exposição. Em vez de estarmos várias horas com os nossos contactos, há que tentar estar num tempo limitado. Saber usar os espaços exteriores. 

5 – Reduzir os contactos no núcleo familiar. A família nesta quadra deve ser a família de cohabitantes. Devemos reduzir contacto com os nossos familiares com quem não vivemos.

6 – Preferencialmente, devemos limitar celebrações e contactos durante esta quadra festiva. Devemos ter contacto com os outros membros da família e amigos por meios digitais, por visitas rápidas e em espaços exteriores.

7 – Devemos ter distanciamento físico em todas as ocasiões. As cozinhas são locais de alto risco porque são os espaços de convívio entre famílias. Deve manter-se um metro e meio a dois metros de distância e evitar os cumprimentos tradicionais.

8 – Arejamento dos espaços, estar em espaços de maior volume por serem espaços de maior proteção. Os espaços devem ser repetidamente desinfetados.

9 –  Lavar e desinfetar as mãos, cumprir a etiqueta respiratória, utilização da máscara em espaços fechados e nas nossas reuniões familiares.

10 – Não partilhar objetos como talheres e copos durante reuniões familiares. Aconselha-se a uma utilização moderada e racional de tudo o que possam ser substâncias que possam trazer maiores afetividades.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo