Estilo de Vida

Sabia que é possível comprar uma estrela?

- publicidade -

Surpreenda a sua cara metade neste Dia dos Namorados e dê-lhe uma estrela. Sim, é possível e explicamos tudo.

Certamente alguém já lhe terá dito que daria o céu e o mundo para estar consigo. Mas e se pudesse realmente oferecer uma estrela?  Entre 49€ e 149€, são várias as opções que tem.

No site Starling pode comprar uma estrela para oferecer. O site dispõe de três pacotes à escolha: o Pacote Deluxe, o Pacote Profissional e o Pacote Básico.

No Pacote Deluxe (149€), o site dá, por si, o nome a uma das estrelas mais brilhantes da constelação. Pode “adicionar uma dedicatória pessoal e escolher livremente a constelação. Os nossos extras mais populares já estão incluídos”.

As ofertas do pacote são as seguintes: estrela mais brilhante do que a da categoria mais alta do Pacote Profissional, o certificado com moldura e cristais Swarovski, o certificado adicional, o mapa das estrelas, fichas de informação sobre a estrela e a constelação, instruções para encontrar a estrela, uma pasta de presente, inscrições no registo da estrela, software Stellarium em CD, escolha livre da constelação e extras grátis como: colar de prata, bússola ou caneca constelação.

No Pacote Profissional (69€) o alcance do pacote com o nome da estrela é decidida por si.

O conteúdo no plano que tem é: o certificado com o nome da estrela e a data, o mapa das estrelas, as fichas de informação sobre a estrela e a constelação, instruções para encontrar a estrela, pasta de presente, inscrição no registo de estrelas, linl para download do software Stellarium.

Mediante o pagamento de uma taxa, pode incluir outros conteúdos.

O Pacote Básico (49€) inclui o certificado com o nome da estrela, a pasta de presente, inscrição no registo de estrelas e o link para download do software Stellarium.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui