Crime

Rosa Grilo confessa crime a consultor forense: “Fui eu que matei o Luís”

- publicidade -

Rosa Grilo contactou telefónicamente o seu consultor forense, João de Sousa, ex-inspetor da PJ, e a partir da prisão de Tires confessou alegadamente o crime numa conversa divulgada na internet.

“Fui eu que matei o Luís”, terá dito a João de Sousa que também foi o autor da divulgação da chamada na Internet, segundo o CM.

A ser verdade é a primeira vez que Rosa confirma a aurora do crime, na mesma chamada a viuva admite a dificuldade em arranjar advogado, depois de Tânia Reis abandonar o caso: Três advogados pediram escusa, mas agora já tenho um advogado oficioso”.

A confirmarem-se estas declarações, esta é a primeira vez que Rosa confessa o crime após negar desde o início qualquer responsabilidade no homicídio.

O ex-inspetor informa que vai divulgar as conversas, mas mesmo assim Rosa Grilo insiste que o irá contactar.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui