CrimeSetúbal

Rodolfo Vaz nega furto de troféu ao Vitória Futebol Clube

Rudolfo Vaz explica que o troféu lhe foi entregue

- publicidade -

Rodolfo Vaz, antigo diretor desportivo do Vitória de Setúbal, já negou ter furtado um troféu ao emblema vitoriano, referindo que se tratou de um equívoco e que foi ele próprio a entregá-lo à PSP.

Esta quarta-feira a direção do Vitória Futebol Clube emitiu uma nota nas redes sociais na qual informava os sócios que o troféu furtado do interior do estádio por Rodolfo Vaz [antigo diretor desportivo], foi recuperado pela PSP de Torres Vedras, conforme o Diário do Distrito noticiou.

Em sua defesa, e através de um comunicado, Rodolfo Vaz explica que lhe foi pedido para levar, em meados de «fevereiro ou março», o troféu em causa para ser consertado, uma vez que estava danificado, tendo sido «colocado a arranjar numa oficina para se proceder ao restauro, acabando o artefacto por cair em total esquecimento e desinteresse».

O antigo dirigente recorda que se «passaram meses até, recentemente, receber uma chamada por parte da PSP a questionar sobre o troféu, tendo-se mostrado disponível para recolher junto da oficina e entregá-lo na terça-feira às autoridades».

Rodolfo Vaz foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de Termo de Identidade e Residência. O Vitoria de Setúbal vai constituir-se assistente no processo.

Na queixa-crime apresentada pelo Vitória de Setúbal contra o ex-diretor desportivo e desconhecidos, a que a Lusa teve acesso, o clube sadino sustenta que «em data não concretamente apurada», mas que se situa entre o início de fevereiro e o início de março de 2020, “o denunciado [Rodolfo Vaz] retirou e levou consigo, fazendo seu o troféu das instalações do clube, sem que tivesse sido autorizado para tal, contra a vontade do Vitória».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui