RIR alerta para a mudança da legislação dos transportes públicos

Depois das declarações de Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, o partido RIR enviou às redações um comunicado onde alerta para a necessidade de olhar com rigor para a legislação dos transportes públicos

Metro de Lisboa
Metro reforça oferta
publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta tarde de segunda-feira que não existe neste momento, um problema de sobrelotação nos comboios da Área Metropolitana de Lisboa (AML).

Em declarações à TSF, o governante respondeu às críticas dos utentes que se queixam de carruagens superlotadas em tempos de pandemia.

Também esta tarde, o partido RIR emitiu um comunicado onde alerta para a necessidade de olhar com rigor para a legislação vigente e para a necessidade de aumentar a oferta dos transportes públicos.

Diz ainda o partido de Tino Rans que para além de um olhar rigoroso para a oferta dos transportes, o Governo de António Costa, deveria de olhar também para o teletrabalho, prolongando essa situação por mais tempo e assim poderia resolver o excesso de passageiros nos transportes públicos.

“Não assistimos à oferta do aumento do número de transportes públicos, nem a algum tipo de prerrogativa de modo a permitir que as faltas se mantenham justificadas, nem mesmo na Área Metropolitana de Lisboa, local onde há um crescimento acentuado dia após dia do número de novos casos infetados com o vírus Sars Cov2.”.

Diz o RIR que é importante aumentar a oferta dos transportes públicos, pois o que está em causa é a saúde pública e a economia.

 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome