Distrito SetúbalSetúbalSociedade

Rio Sado na rota da arqueologia subaquática

Arqueólogos subaquáticos, irão brevemente desvendar os mistérios das profundezas do Rio Sado.

- publicidade -

Uns dos projetos mais empolgantes que Setúbal alguma vez teve na sua História, em breve Alexandre Monteiro e a sua equipa de trabalho ira mostrar a cidade setubalense os galeões e as naus afundadas no Rio Sado.

O fundo do Rio esconde maravilhas como uma nau espanhola de nome “La Piedad” naufragou na costa de Setúbal em 1551; Maréchal de Coigny”, navio francês de 250 toneladas e doze canhões.

Toda esta faixa litoral foi habitada e explorada desde a Pré-História. Ali já foram encontrados cepos de âncora em chumbo da Antiguidade Clássica, ânforas, uma estatueta em bronze do período romano e até moedas de ouro.

Em breve Alexandre Monteiro irá dar uma entrevista em Live no Diário do Distrito e no Grupo do Facebook “Setúbal” que será conduzida por Jonas Bonaparte.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui