Palmela

Reunião de Câmara de Palmela recordou José Manuel Silvério

publicidade

O falecimento do deputado municipal José Manuel Silvério, eleito pelo PS e familiar de José Silvério, ex-presidente da Junta de Freguesia do Poceirão, marcou a curta reunião camarária desta tarde da Câmara Municipal de Palmela, “que pode ser a última que realizamos neste formato” referiu o presidente Álvaro Amaro, mediante a situação que o país vive devido ao coronavírus 19.

A iniciar os trabalhos, o presidente deu conta “da perda de um cidadão, um homem activo e interventivo, com provas dadas no concelho em todos os aspectos, membro da Assembleia de Freguesia do Poceirão e da Assembleia Municipal de Palmela, José Manuel Silvério que nos deixou ontem”.

Álvaro Amaro lamentou não terem tido tempo de elaborar um voto de pesar com a bancada do PS “mas aqui deixamos as nossas condolências à família, ao PS e a todos os seus amigos”, salientando ainda “que mesmo em bancadas diferentes, as nossas relações sempre foram excelentes, cordiais e construtivas”.

O vereador do PS Raúl Cristóvão acrescentou que “esta foi uma notícia que, embora esperada porque todos tivemos oportunidade de perceber o seu debilitado estado de saúde, nos deixou tristes.

José Silvério sempre mostrou uma enorme vontade de viver extraordinária, que também colocava nas suas intervenções nos locais por onde passou politicamente. Perdemos um homem bom e um amigo, e o PS perdeu um excelente camarada, muito aguerrido e que nos transmitia a vontade de lutar sempre pelo que acreditávamos.”

Visivelmente comovido, Raúl Cristóvão acrescentou que “aquele lugar do lado esquerdo da sala de reuniões ficará sempre para o José Silvério.

Poceirão e Marateca perderam um homem que muito lutou por aquela escola que lá está, porque quando ele acreditava numa causa, levava-a até ao fim. Podia por vezes parecer agressivo nas suas palavras mas era solidário e respeitador das diferenças e isso foi um exemplo que nos deixou a todos, e que devemos querer ser herdeiros daquela vontade de viver. Da minha parte tenho de lhe deixar um agradecimento por ele me deixar ser seu amigo e por me ensinar tantas vezes e não me deixar desistir, e era nele que ia buscar forças para lutar naquilo que ele acreditava.”

Da parte do vereador Paulo Ribeiro (PSD/CDS-PP), ficou também uma “telegráfica” homenagem. “Quero deixar os sinceros pêsames à família, ao PS e aos amigos, lamentar a perda de uma vida de um autarca que sempre defendeu a sua terra, em meu nome e da coligação que represento.”

O vereador José Calado (MIM) associou-se à homenagem “agradecendo todo o trabalho que o José Silvério fez em vinda em prol do nosso concelho e deixar um voto de pesar à família e ao PS”, sublinhando que “uma perda destas numa altura tão difícil que vivemos é mais uma situação desagradável para todos nós”.

Embora não tendo sido apresentado um voto de pesar concreto, este foi aprovado por maioria.

Raúl Cristóvão informou ainda que o funeral será esta quinta-feira, às 12h00, no cemitério do Poceirão, relembrando as restrições da DGS “pelo que será uma cerimónia apenas com a família mas deixo já o agradecimento em nome da família a todos, porque sei que teriam intenção de acompanhar estes momentos.”

Nota da Direção: por um erro grosseiro o Diário do Distrito noticiou o falecimento de José Silvério, ex-presidente da Junta da União de Freguesias de Poceirão e Marateca, com nomes semelhantes. Como é óbvio, cabia à redação confirmar a informação.

Pelo facto, apresentamos as nossas mais sinceras desculpas, primeiro à familia, e depois aos nossos leitores.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui