Economia

Rendas continuam a subir em Portugal e Setúbal está entre os distritos com maiores aumentos

- publicidade -

O valor das rendas em Portugal não pára de aumentar, fixando-se agora, em termos médios, nos 1371 euros, segundo contas feitas pelo site Imovirtual. Estes valores são 30,8% mais caros do que no mesmo período de 2021, ou seja, um aumento de cerca de 320 euros.

Face ao ano passado, a renda mais que duplica em Évora (+111,3%), que passa a ser a terceiro distrito mais caro (1.234€) depois de Porto e Lisboa – na capital, as rendas chegam quase aos 2 mil euros. Também há aumentos significativos dos valores das rendas em Castelo Branco (+47%), Viseu (+46%) e Setúbal (+46%).

Comparativamente com Novembro do ano passado, arrendar casa ficou mais caro em Setúbal (+46%), passando de 800 para 1168 euros.

Em sentido inverso, Portalegre (410 euros), Guarda (434 euros) e Vila Real (487%) são os distritos mais baratos para arrendar em Novembro.

Relativamente à venda, o preço médio de venda anunciado manteve-se estável em Outubro (+0,4%), face a Setembro, passando de 405.451 euros para 407.076 euros. Em comparação com o período homólogo de 2021, que registava um valor médio de venda de 367.543 euros, há um aumento de +10,8%, com as casas a ficar cerca de 39 mil euros mais caras.

Em relação ao período homólogo de 2021, os distritos que registaram um maior aumento no preço das casas em Novembro foram, novamente, a Região Autónoma da Madeira (+23,6%, de 379.992 euros para 469.630 euros), Setúbal (+20,7%, de 314.989 euros para 380.346 euros), Santarém (+17,3%, de 171.035 euros para 200.556 euros) e Guarda (+16,5%, de 112.969 euros para 131.575 euros).

Évora (-3,2%) e Viseu (-2,1%) são os distritos que, face a Novembro do ano passado, registam a maior quebra do preço médio de venda, enquanto Portalegre (115.535 euros), Castelo Branco (125.237 euros) e Guarda (131.575 euros) mantiveram-se os distritos mais baratos para comprar casa. Os mais caros foram Lisboa (636.473 euros), Faro (577.296 euros) e Região Autónoma da Madeira (469.630 euros).


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *