Parceiros
Atualidade

Religião: Patriarca Ortodoxo culpa “Marchas do Orgulho gay” pela guerra na Ucrânia (c/ Vídeo)

- publicidade -

O líder da Igreja Ortodoxa da Rússia, o patriarca Kirill, culpou as marchas de Orgulho LGBTQIA+ e os valores liberais ocidentais pela invasão russa à Ucrânia, no sermão que deu no domingo passado.


Para o religioso, citado pelo jornal The Moscow Times, a guerra é sobre “de que lado de Deus a humanidade estará” e divide os “defensores dos eventos do orgulho gay e governos ocidentais que os permitem”, e os que se opõe a estes valores no leste pró-russo da Ucrânia, como as regiões separatistas de Donetsk e Lugansk.


“As marchas do orgulho são projetadas para demonstrar que o pecado é uma variação do comportamento humano. É por isso que, para se juntar ao clube desses países, tem que se ter uma Marcha do Orgulho gay”, disse o patriarca no sermão.


De acordo com o líder da igreja ortodoxa, o Ocidente organiza genocídios nos países que se recusam a organizar este tipo de marchas e como não houve marchas gays em Donbass, começou uma guerra.

Kirill defendeu ainda que “se a humanidade aceitar que o pecado não é uma violação da lei de Deus, então a civilização humana terminará aí”.

As reações não se fizeram esperar:


Os ataques provocaram também a fuga de mais 2,3 milhões de pessoas para os países vizinhos, de acordo com a ONU, e estima-se que esse número possa vir a aumentar, tornando-se esta a maior crise de refugiados na Europa nos últimos anos.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário