Parceiros
CrimeDestaqueLisboa

Reincidente volta a paralisar Linha Vermelha do Metro de Lisboa para furtar cobre

- publicidade -

A PSP deteve um homem de 44 anos por crime contra a segurança das comunicações, crime de furto de metais não preciosos (cobre) e ainda de introdução em lugar vedado ao público.

O homem causou a paragem da linha Vermelha do Metro de Lisboa depois de ter furtado fios de cobre na estação da Bela Vista.

A situação e posterior detenção ocorreu a 14 de Abril, mas foi revelado hoje pela PSP, que adianta que o indivíduo, que já havia sido detido em março por crime idêntico, ficou em prisão preventiva.

No dia 14 de abril, cerca das 16h20, os polícias detectaram o indivíduo ainda no interior da estação, tendo na sua posse um alicate de corte e os cabos de cobre que teria acabado de furtar. Ao ver os agentes, tentou fugir, mas foi imediato intercetado.

«Pela prática deste crime, a circulação numa das linhas do Metropolitano de Lisboa esteve interrompida cerca de 20 minutos durante a tarde, causando dessa forma transtorno para os seus utilizadores.

Com esta conduta de elevada perigosidade, o suspeito colocou em perigo a segurança ferroviária, provocando elevado risco para a segurança de todos os utentes do Metropolitano bem como para os seus funcionários e infraestruturas», refere o comunicado da PSP.

O suspeito já fora intercetado no dia 15 de março por crimes idênticos, e após apresentação a Tribunal foi-lhe decretada a prisão preventiva.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário