AtualidadeDestaqueLisboa

Redução em 51% do metro de Lisboa

- publicidade -

Em 2020, o Metropolitano de Lisboa registou 85,6 milhões de validações de títulos de transporte, o que corresponde a menos 88 milhões de passageiros em comparação ao período homólogo em 2019.

Trata-se de uma redução de 50,7% na procura pelo transporte metropolitano, que teve como causa principal a situação pandémica, que se verifica desde março de 2019.

A redução de passageiros em 2020 traduziu-se numa diminuição de 26% da receita total tarifária, que foi de 87 milhões de euros (valor que inclui comparticipações de passes e pagamentos por conta), face ao mesmo período de 2019. O Metropolitano de Lisboa teve uma receita total de 117,7 milhões de euros.

Houve um decréscimo de 46,5% de clientes com passes, passando de 127,7 milhões de passageiros, em 2019, para 68,3 milhões de passageiros, em 2020, valores que justificam uma diminuição das receitas do Metro nos passes de 37,4% (56,2 milhões de euros, em 2019, para 35,2 milhões de euros, em 2020).

A acentuada diminuição de passageiros e da respetiva receita também se verificou nos clientes com títulos ocasionais. Sofreu uma redução de 67% de passageiros face a 2019 (tendo transportado 13,1 milhões de passageiros em 2020 e 39,8 milhões em 2019) com a consequente diminuição da receita em 65,8% (de 53,5 milhões de euros em 2019 para 18,3 milhões de euros em 2020).

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui