Atualidade

Redação do JN apresenta queixa à ERC pela contratação de Alexandra Borges

- publicidade -

Alexandra Borges foi contratado como nova diretora de Grande Reportagem e Investigação do Grupo Global Media, através de um convite do presidente do grupo de media, avançou o Nascer do Sol.

Contudo, o Conselho de Redacção (CR) do Jornal de Notícias (JN) contestou a decisão de criar um novo cargo de “Directora de Grande Reportagem e Investigação” e fez mesmo uma participação à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) por uma quebra da “disciplina editorial de cada um dos órgãos de informação”.

“A criação da figura de uma directora porventura com pretensos poderes para fazer inserir trabalhos nas diversas publicações, portanto com ingerência directa nas competências dos directores, chefes de redacção e editores de área editorial (secção), atinge de forma inapelável o princípio da autonomia das redacções e dos jornalistas, os quais só devem obediência aos respectivos superiores hierárquicos”, citou o documento que o Público teve acesso.

O CR avança que não foi avisado ou consultada, considerando que a direção que a ex-jornalista da TVI vai assumir “é absolutamente estranha à orgânica legalmente prevista para as empresas jornalísticas e representa uma violação do princípio da autonomia dos órgãos de informação e respectivas redacções”.

“Acresce que, na eventualidade de responsabilização civil e criminal por trabalhos publicados no jornal por profissionais estranhos à sua redacção, a directora não deixará de ser demandada, sem que tenha tido qualquer papel na orientação e na supervisão (directas ou delegadas) de tais trabalhos”, reitera o CR.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo