AtualidadeDistritoDistrito SetúbalPalmelaPinhal NovoSociedade

Recolha Porta a Porta na Vila Serena e Bairro Lencastre

- publicidade -

João Faim, director dos Recursos Humanos, explicou o projecto considerando tratar-se de “um acto importante de recolha porta a porta”, que contemplará “850 habitantes”, e começa com a entrega dos contentores para a separação de resíduos.

@DI

Os três primeiros equipamentos foram entregues à família de Rosa Gomes, que confessou “tenho as melhores expectativas” porque “queremos que a reciclagem aumente e são um incentivo para a maior sensibilização das pessoas evitando a sujidade no espaço público”.

A presidente do Conselho Executivo da Amarsul, Sandra Silva, lembrou que este projecto “é o culminar de um processo de proximidade entre a Amarsul e a Câmara de Palmela” e cuja articulação “deixa-nos muito satisfeitos para aumentar a recolha selectiva”, que poderá atingir “os 70 a 75 quilos por habitante de recolha selectiva em cada ano”. A responsável da Amarsul destaca “quanto maior for a recolha de resíduos, menos a Câmara de Palmela paga de tarifas e garante à população um melhor ambiente”. A única recolha que não fará parte do projecto será a do vidro para “não causar barulho à população”, esclareceu Sandra Silva, que deu os parabéns ao Município pela criação do projecto.

“Ganhar os cidadãos para a mudança de atitudes”

O presidente Álvaro Amaro participou na apresentação do projecto com a vereadora do Ambiente, Fernanda Pesinho e do eleito da Junta de Freguesia de Pinhal Novo, Raúl Prazeres, começou por destacar “a gestão dos resíduos é um desafio que se coloca a todos os territórios” e o concelho de Palmela com centenas de quilómetros “terá que enfrentar um enorme desafio e uma enorme batalha”. O edil garante “temos que ganhar os cidadãos para a mudança de atitudes” e “começámos o projecto no Pinhal Novo por ser o maior território do concelho e com zonas consolidadas”. Para além da Vila Serena e do Bairro Lencastre, no Pinhal Novo, seguem-se os Portais da Arrábida, na Quinta do Anjo, as Pegarias e o Padre Nabeto em Palmela.

O presidente da Câmara de Palmela considera que o projecto aponta para “ser uma revolução no comportamento dos consumidores e põe-nos a todos a cuidar do ambiente” e “poupará sobretudo a imagem do espaço público”.

Amarsul promete substituição de tampas

A presidente do Conselho Executivo da Amarsul reconheceu razão aos moradores, que reclamaram sobre as pequenas aberturas dos contentores azuis para recolha de cartão e prometeu que vão desenvolver esforços para proceder à rápida substituição das tampas. E deixou um elogio à população do concelho pois Palmela “é o município que mais aumentou a recolha selectiva”.

[themoneytizer id=”61056-1″]

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui