AtualidadeDestaqueNacional

Receita bruta dos casinos desceu e do jogo ‘online’ cresceu

- publicidade -

A atividade do jogo praticado em casinos e sala de máquinas registou uma queda de 55,3% na receita bruta para 36 milhões de euros em termos homólogos, enquanto no jogo ‘online’ cresceu 74,7% para 113,2 milhões de euros.

De acordo com dados divulgados pelo Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ), os dois segmentos registaram comportamentos muito diferentes, tendo a entidade ainda detalhado que a atividade do jogo do bingo fora dos casinos “gerou no quarto trimestre de 2020, cerca de 5,8 milhões de euros”, uma redução de cerca de 61,6% face ao período homólogo.

“Esta situação encontra explicação, nomeadamente, na redução dos horários de funcionamento daqueles espaços, e com a adoção de outras medidas preventivas e mitigadoras, como seja a limitação do número de frequentadores e a diminuição da oferta (menor número de máquinas e menor lotação nas mesas de jogos tradicionais e nas mesas do jogo do bingo) face ao distanciamento físico que teve de ser acautelado, em virtude das regras estabelecidas pelo Governo no âmbito das medidas de prevenção e combate à pandemia covid-19”, de acordo com um comunicado do Ministério da Economia, que deu conta destes resultados.

“A evolução observada no 4.º trimestre de 2020 e, em particular, o aumento do volume de apostas desportivas, poderá ser explicada pelo adiamento ou reinício neste período de diversas competições desportivas, nomeadamente em modalidades que, por regra, são objeto de um elevado volume de apostas (futebol, ténis e basquetebol)”, adiantou a tutela.  

“Por força da suspensão de um elevado número de competições desportivas em resultado do surto pandémico provocado pela doença covid-19, diversas competições que se disputavam na sua maioria até ao verão, acabaram por ser adiadas para mais tarde, enquanto outras houve que viram os seus inícios de competição bastante atrasados, concentrando-se grande número de eventos no último trimestre de 2020”, indicou o ministério.

Além disso, o “número de novos registos de jogadores voltou a crescer durante o 4.º trimestre de 2020 (293,8 mil novos registos), observando-se a tendência para o crescimento, em particular, dos jogadores com idade inferior a 35 anos”, adiantou a tutela.

Ao mesmo tempo, houve “um aumento do número de jogadores que se autoexcluíram da prática de jogos e apostas online (72,4 mil em 31 de dezembro 2020, que compara com 62,1 mil no final do trimestre anterior), os quais representavam cerca de 2,9% dos jogadores registados em todas as entidades exploradoras, ou seja, valor idêntico ao registado no 3.º trimestre de 2020, o que reflete a importância e eficácia deste mecanismo na prevenção e controlo de comportamentos aditivos”, indicou o Ministério.

No mesmo comunicado, a tutela indica que o “crescimento significativo do jogo ‘online’ registado em Portugal em 2020, ano particularmente atípico em todas as atividades económicas por força da pandemia covid-19, acompanha a tendência de crescimento observada em diversos outros países congéneres europeus”.

O valor do imposto especial de jogo ‘online’ no quarto trimestre foi de 39,9 milhões de euros, de acordo com os dados do SRIJ, mais 11,4% do que no mesmo período de 2019. 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui