Parceiros
Famosos

Racismo? Rita Pereira acusada de apropriação cultural por usar tranças: “Tu não és preta”

Rita Pereira terminou as gravações da novela “Quero é Viver”, da TVI, e mudou de visual para um look com tranças.

Num vídeo no Instagram mostrou o novo look ao som da música “Filha de Tuga” da Irma, que aborda o tema racismo.


E escreveu: “Aproveito para partilhar convosco o novo som da querida Irma ‘Filha da Tuga’, que está tudo de bom, positivo e a mensagem que todos devem escutar com atenção. ADORO!!! E descreve a realidade de muitos dos meus amigos que, vezes sem conta já ouviram: ‘Vai para a tua terra’. A todos vocês que um dia passaram por isso, eu grito bem alto: FICA AQUI, NA TUA TERRA!!!”.

Mas nem todos os seguidores gostaram: “Querida, essa descrição da música não faz sentido nenhum. Tu não és preta para os brancos, vocês nunca vão ser pretos, nunca, e nunca vão saber o que é ser preta principalmente aqui em Portugal. Pelo facto de gostares da nossa cultura e de ela fazer parte dos teus laços, não és preta e nem vais ser. E por seres tão privilegiada por ser branca, consegues cantar esta letra e meter na Internet como se nada fosse. Aliás, quem fez a letra foi a mesma coisa”.

A atriz fez questão de responder: “Mas quem disse que sou preta para os brancos?! Estou a cantar, não estou a dizer que eu sou a letra desta música”, começou por dizer. “Não sou preta, eu sei, nunca o serei, eu sei, mas admiro a cultura, vivo a cultura desde que nasci, defendo e respeito. Não entendo realmente este ataque, mas sinto-me tranquila com as minhas atitudes e se um dia errar tenho muitos amigos e família pretos para me dizerem, obrigada”, findou.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carreguem em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.