DestaqueDistrito SetúbalJustiçaPalmelaQuinta do Anjo
Em Destaque

Quinta do Anjo: “Porto seguro” de traficantes em Vila Amélia

Droga era adquirida na região algarvia, preparada em Palmela e distribuída na Amadora. PSP desmantelou rede e deteve 12 pessoas.

- publicidade -

Ao longo de vários meses os agentes das Equipas de Investigação Criminal da PSP da Amadora monitorizaram os movimentos suspeitos de elementos que fariam parte de um grupo criminoso que se dedicava ao tráfico de droga.

Durante a investigação apurou-se que os suspeitos utilizavam uma quinta em Palmela. Local que seria o “porto seguro” dos alegados traficantes de droga. Após adquirido o produto estupefaciente na região algarvia, os elementos do grupo faziam o transbordo da droga numa habitação na Quinta do Anjo, onde armazenavam e preparavam o produto ilícito. A droga, maioritariamente haxixe, seria depois distribuída e vendida na margem norte do Tejo, sobretudo na Amadora, distrito de Lisboa.

Ao que o Diário do Distrito apurou junto de fonte ligada à investigação, o “porto seguro” dos suspeitos era na Quinta Dom Fernando, situada em Vila Amélia, freguesia de Quinta do Anjo, concelho de Palmela. A moradia isolada está situada a 1,5 km do colégio privado “International School of Palmela”. De acordo com a investigação, a moradia era arrendada pelos suspeitos, mas os proprietários desconheciam o verdadeiro objetivo dos traficantes.

Vivenda alugada pelo grupo para o negócio da droga. Foto: Google Maps

O desmantelamento do grupo criminoso por parte da PSP, com a colaboração da GNR, aconteceu em duas fases ao longo dos últimos dias. A primeira ação aconteceu na passada sexta-feira, 18 de setembro, e culminou na detenção de seis suspeitos, com idades compreendidas entre os 22 e os 34 anos. Nesta operação, a habitação da Quinta do Anjo foi alvo de um mandado de busca domiciliária, tendo sido descobertas e apreendidas 40 mil doses de haxixe e duas armas de fogo. Foram ainda recuperadas e apreendidas duas viaturas, 10 mil euros em dinheiro e vários telemóveis.

Quase uma semana após as diligências, foi levada a cabo uma nova ação policial desta vez na Amadora e em Sintra na manhã desta quarta-feira, 23 de setembro. Mais cinco homens e uma mulher foram detidos, são suspeitos de pertencerem à mesma rede criminosa que se dedicava ao tráfico de droga, maioritariamente de haxixe.

A PSP acredita ter desmantelado a rede criminosa e perigosa, que tinha em sua posse 11 armas de fogo, já apreendidas pelos agentes. Entre elas estão caçadeiras, revólveres e pistolas, armas que utilizariam como forma de proteção pessoal do grupo. No entanto, a convicção dos investigadores é a de que as armas serviam igualmente para cometer outros crimes.

Os 10 homens e as duas mulheres detidas durante esta operação da PSP já foram presentes a tribunal. Pelo menos dois, entre eles o que será o cabecilha do grupo, ficaram em prisão preventiva.

A investigação prossegue para apurar outros eventuais delitos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui