Opinião

Quem à esquerda tem verdadeiros problemas políticos com o OE 2021 são… PS e BE

- publicidade -

A posição do PCP será muito relevante porque toda a gente sabe que a influência social do PCP vai muito para além da sua expressão eleitoral…

Por isso, o PS tudo deveria fazer para conseguir pelo menos a abstenção do PCP.

Do ponto de vista político essa é a questão central.

Porque, nem a abstenção do PCP será suficiente para viabilizar, nem o seu voto contra implicará o chumbo do orçamento.

Esse dilema está mais do lado do BE que pode chumbar ou viabilizar o orçamento na Assembleia da República…isto, naturalmente, se o PSD não se antecipar…

Os bloquistas… esses sim, podem vir a ser, em função do seu voto, acusados de fazer cair o governo, se votarem contra o OE, ou de viabilizarem um Orçamento nefasto para o país, do ponto de vista dos interesses dos trabalhadores e da população em geral.

Eles sim, no BE, têm o dilema que usual mas incompreensivelmente se tenta colar ao PCP.

Ou seja, quem à esquerda tem verdadeiros problemas políticos é o PS e o BE. Os primeiros porque têm que optar entre ficar reféns do PSD ou do BE…ou conformar um OE que lhes permita maior autonomia estratégica, merecendo pelo menos a abstenção do PCP.

Já no BE vão ter que decidir se vão caucionar um OE do PS que mereça a frontal oposição do PCP, para não serem acusados de fazer cair de imediato o governo na AR, mas correndo, eles sim, o risco de perderem a face perante o povo de esquerda em geral.

Ao PCP basta-lhes ser coerentes…votar favoravelmente ou abster-se, se o OE der garantias mínimas de ganhos de causa, de medidas positivas concretas em favor da população ou votar contra, no caso do PS resvalar excessivamente para a direita. Poderá ser acusado de defender ou não devidamente os interesses dos trabalhadores e do povo em geral, mas jamais de fazer cair o governo na AR por via do chumbo do OE, pois tal não depende efetivamente do sentido de voto dos seus deputados (nem dos seus aliados na CDU).

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui