AlmadaEstilo de VidaFamososLisboaNacional

Queda acentuada de cabelo? Descubra as causas e as soluções para este problema

- publicidade -

“A queda de cabelo acontece de forma cíclica, ou seja, é normal que em certas alturas do ano – outono e inverno sobretudo” é o que nos diz David Xavier, cabeleireiro e adviser da Alfaparf Milano.

Contudo, e atendendo às situações que tem verificado nos seus salões, o Dx Concept Almada e o Atelier Chiado Hair Salon, o hairstylist de Sofia Ribeiro afirma que agora “existe uma tendência generalizada para a queda de cabelo, mesmo em pessoas que não tinham este tipo de problemas capilares”.

“São vários fatores que podem estar na origem deste comportamento do nosso organismo – a ansiedade – muito provocada pelos tempos incertos que vivemos -, as carências alimentares e as questões hormonais são alguns dos exemplos mais frequentes para a queda de cabelo”, avança o cabeleireiro de 35 anos natural de Almada.

A origem da queda de cabelo

“A queda de cabelo acontece, na maior parte das vezes, como resultado de transformações fisiológicas, todavia, o clima também ajuda a que este problema se intensifique nos meses de outono e inverno”, começa por explicar o responsável pelo visual de Jessica Athayde.

“Em jeito de curiosidade, cada um de nós pode perder, por dia, cerca de 100 fios de cabelo, e este número, apesar de aparentemente assustador, não é alarmante. É, na verdade, um indicativo que o nosso organismo está a renovar-se”, adianta a curiosidade sem deixar de se focar no essencial.

“Sem contar com fatores de saúde ou psicológicos, este número pode ser reduzido com cuidados especiais para a prevenção da queda, isto é, com uma higiene (quase) diária do cabelo e através de produtos indicados ao seu cabelo. Porém, existem alguns fatores que podem intensificar a queda acentuada de cabelo, entre elas, uma dieta fraca em vitaminas e proteínas, o stress do dia-a-dia, a gravide, o pós-parto, infeções, doenças várias, operações, alterações na tiroide e também alguns medicamentos”, revela um dos melhores amigos do apresentador Pedro Fernandes.

“Por norma, a queda de cabelo acontece durante semanas e é verificada pela perda de fios na lavagem, ao pentear ou até mesmo na fronha da almofada, mas é, sobretudo, pela perda de densidade capilar e pelo espaçamento entre os cabelos que as pessoas, de maneira geral, entram mais em pânico”, alerta um dos “filhos” mais acarinhados de Almada. 

As tipologias de queda de cabelo

“Se há tema em que não há problema em relação à presença de género, é na queda capilar”, revela David Xavier. “Quer homens, quer mulheres têm o mesmo tipo de queda de cabelo e esta pode caracterizar-se por várias fases”, remata o confidente de Mariana Monteiro.

Nesse sentido, o diretor de cabelos dos últimos desfiles de Gio Rodrigues criou uma espécie de tipologia de queda de cabelo.

– A alopecia difusa ocorre quando há uma questão passageira estimulada por factos externos como é o stress e a alimentação, o que se traduz numa queda de cabelo de forma disseminada.

– A calvície é o tipo de queda mais comum. Nas mulheres, manifesta-se pela diminuição de densidade capilar no topo do crânio, na “coroa” como muitas vezes lhe chamo, deixando mais aparente o couro cabeludo. Nos homens, a calvície aparece com a queda de cabelo nas zonas das têmporas, nas “entradas”, seguindo-se, caso não seja tratada, para o resto do couro cabeludo.

- publicidade -

– As peladas estão associadas a problemas do sistema imunitário. É uma reação do organismo a estas agressões.

– Por último, temos a alopecia traumática, que nada mais é do que uma queda ligada à instalação de fungos ou parasitas no nosso couro cabeludo.

Tratamentos para a queda de cabelo

“O tratamento para a queda de cabelo pode ser uma tarefa difícil e é, por norma, um processo demorado e às vezes até chato”, assume David Xavier. “Tendo em conta a minha experiência, é necessário pelos menos três meses até obter resultados, e mesmo assim, depende de pessoa para pessoa e de como essa pessoa faz o tratamento. Isto é: se é ou não disciplinada na sua aplicação”, afirma.

Sem serem medicamentos, que apenas podem ser receitados por médicos, os cabeleireiros têm boas soluções para quem está a ter esta queda numa fase inicial.

Na opinião de David Xavier, a linha Alfaparf Milano Semi Di Lino Scalp Renew é a melhor do mercado. De acordo com o profissional de cabelo, esta linha “devolve energia e dá brilho ao cabelo enfraquecido. O sérum fortificante antiqueda protege as fibras capilares dos crescimentos até às pontas e dá-lhes tudo o que necessitam para ficarem saudáveis e bonitas. Além disso, estimula com eficácia o crescimento de novo cabelo”.

O autor dos últimos penteados de Marcantónio Del Carlo diz que esta linha, composta por shampoo, sérum, tónico e ampolas, estimula o crescimento das fibras capilares e combate a queda de cabelo, reforça o cabelo e o couro cabeludo, protege dos efeitos externos negativos, proporciona a energia necessária ao cabelo, proporciona um brilho natural ao cabelo e  deixa uma sensação de frescura duradoura. Acrescenta também que na sua composição, estes produtos têm Biorenew Complex que é uma mistura de componentes naturais que prolonga o ciclo de vida das fibras capilares e aumenta a sua vitalidade e o complexo de macrobióticos, que é uma mistura de probióticos e prebióticos necessários para um couro cabeludo saudável

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui