Alcácer do SalCrime

Quatro pessoas constituídas arguidas por incêndio florestal em Alcácer do Sal

- publicidade -

Elementos do Posto Territorial de Alcácer do Sal da GNR identificaram e constituíram arguidos, dois homens e duas mulheres com idades compreendidas entre os 23 e os 38 anos, por incêndio florestal.

Na sequência de um alerta de incêndio florestal ocorrido esta quarta-feira, os militares da Guarda deslocaram-se à Barragem do Pêgo do Altar.

Após diligências policiais, foi possível apurar que o incêndio teve origem numa fogueira, propagando-se para a vegetação contígua.

No local foi possível identificar os autores do incêndio, os quais foram constituídos arguidos.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Setúbal.

A GNR relembra que em qualquer altura do ano é proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo