DistritoJustiçaSetúbal

Quatro militares da GNR detidos pela PJ de Setúbal por sequestro e agressões

Quatro militares da GNR foram hoje detidos pela Polícia Judiciária de Setúbal, suspeitos por agressões graves a emigrantes nepaleses, avança a TVI24.

O caso terá ocorrido em 2018, em Vila Nova de Mil Fontes, quando os militares entraram numa casa particular e agrediram com violência dois emigrantes que ali se encontravam e que trabalhavam na agricultura na zona.

Os militares que estavam colocados em postos do baixo Alentejo, terão sido chamados ao local na sequência de um desentendimento entre uma das vítimas e o patrão, e acabaram por agredir e sequestrar dentro da casa os dois emigrantes.

Segundo a TVI24, um dos militares, próximo do empresário agrícola, estava presente num restaurante onde decorria um jantar entre este e alguns funcionários quando surgiu um conflito entre um dos imigrantes e o patrão, tendo o elemento da GNR saído em defesa do amigo e mais tarde terá ido com outros três e levado a cabo um ataque pessoal de vingança.

Um dos detidos é representante da Associação dos Profissionais da Guarda.

Os militares vão ser ouvidos no Tribunal de Odemira e ficar a conhecer as medidas de coação.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.