DistritoGrândolaSetúbal

Quartel da GNR de Grândola sem condições alerta presidente da autarquia

O presidente da Câmara Municipal de Grândola alertou hoje para a falta de condições do quartel da Guarda Nacional Republicana (GNR), que está «bastante degradado» e com camaratas que «não oferecem segurança» aos militares.

Segundo António Figueira Mendes, presidente do município de Grândola, «o quartel onde está instalado o destacamento territorial da GNR é um edifício muito antigo e completamente degradado, de tal forma que algumas das camaratas não apresentam condições, tendo a câmara arrendado um edifício onde pernoitam oito militares».

Esta é uma questão que se arrasta há pelo menos dois anos «e, entretanto, os militares são obrigados a viver e a trabalhar em péssimas condições, porque tanto os gabinetes de trabalho, como as camaratas e os quartos estão degradados» referiu o autarca à Lusa.

A alternativa é transferência para as instalações da antiga concessionária ‘Estradas da Planície’, junto ao Bairro da Tirana, na vila de Grândola, do destacamento territorial que abrange os concelhos de Grândola e Alcácer do Sal.

O edifício, de acordo com o autarca, «é novo e nunca chegou a ser utilizado» para o fim a que se destinou a sua construção, podendo o seu interior ser adaptado para responder às necessidades dos militares».

O alerta surgiu após uma reunião, realizada recentemente em Grândola, que juntou os presidentes das cinco câmaras que compõem a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL), Sines, Santiago do Cacém, Alcácer do Sal, Grândola e Odemira, e o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Segundo um comunicado do município, no encontro com a equipa do Ministério da Administração Interna, a secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, terá informado que «existem 400 mil euros em Orçamento do Estado para as obras de adaptação» daquele espaço, «faltando ainda elaborar o projeto».

Outro problema coloca-se com a falta de meios humanos e materiais, nomeadamente de viaturas da GNR. «Na altura da reunião, apenas o posto de Grândola e do Torrão [em Alcácer do Sal] tinham viaturas em condições para trabalhar, as outras têm de ir para abate ou precisam de reparação, mas o Governo diz que ainda este ano vão ser distribuídas viaturas» referiu o edil.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.