Atualidade

Quarta demissão no SEF ocorre após intervenção de Cabrita no Parlamento

- publicidade -

João Ataíde, coordenador do Gabinete de Inspeção, demitiu-se depois de Eduardo Cabrita ter confirmado um processo disciplinar contra ele, na sequência do caso mortal de Ihor Homeniuk.

É a quarta demissão no SEF, a de João Ataíde, coordenador do Gabinete de Inspeção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

O governante admitiu que o coordenador e outros 12 inspetores estariam a ser investigados num processo disciplinar sobre as circunstâncias que levaram à morte de Ihor Homeniuk.

Quatro dias depois daquela morte, o Gabinete de Inspeção emitiu um parecer onde se afirmava que, tendo em contas as imagens de videovigilância, o serviço “não encontrou indícios de agressões e maus tratos a esse cidadão”.

O documento, que Eduardo Cabrita considerou “extremamente grave”, foi assinado por João Ataíde.

Esta é a quarta demissão no seio dos Serviço de Estrangeiros e Fronteiras desde que o caso de Ihor Homeniuk se tornou público. Cristina Gatões, diretora nacional do SEF, demitiu-se na última quarta-feira. Sérgio Henriques e Amílcar Vicente, diretor e diretor-adjunto de Fronteiras de Lisboa, afastaram-se a 30 de março.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo