BejaDestaqueDistritoJustiça
Em Destaque

PSP desmente detenção de médico do Hospital de Beja

O Comando Distrital de Beja da PSP garante que informações a circular nas redes sociais são falsas.

publicidade

A PSP desmente ter detido “uma pessoa do corpo clínico do Hospital Distrital de Beja” por violar o confinamento obrigatório ao testar positivo à covid-19.

Em causa uma publicação nas redes sociais que levantava a suspeita: “Será verdade que um médico em Beja foi detido por estar a dar consultas sabendo que era portador de Covid?”, refere o post no Facebook que dá origem a dezenas de comentários. Alguns deles davam conta de o médico ter sido detido pela polícia.

O Comando Distrital da PSP de Beja esclarece em comunicado que “não realizou a detenção em causa, nem tão pouco tem registo de qualquer outra ocorrência policial, passível de se confundir com as informações veiculadas, pelo que todos os fatos noticiados, atribuídos à suposta intervenção da Polícia de Segurança Pública, neste contexto, não têm fundamento e, como tal, não correspondem à verdade”.

Após o comunicado da PSP de Beja, também a Direção Nacional da PSP emitiu uma nota sobre falsos alertas nas redes sociais.

Em comunicado, a PSP refere que são “publicações, cuja origem se desconhece” e que “relatam factos que não ocorreram e criam alarme social, gerando um sentimento de insegurança na população”.

Na nota enviada às redações, a Polícia de Segurança Pública garante estar atenta a todos os fenómenos criminais e apela “à denúncia de todos, tentados ou concretizados”, garantindo que alerta e irá alertar a população sempre que se justifique.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui