PSD Seixal apelou ao cancelamento da Festa do Avante! na Assembleia Municipal

PSD Seixal pretendia um posicionamento do executivo sobre a realização da Festa do Avante! na Amora. Conheça o resultado da votação

DR
publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: 2 minutos

Num comunicado enviado às redações, o PSD Seixal refere que «no dia de ontem  e  seguindo  as  recomendações  legais  que proíbem festivais  de  música  ou  iniciativas análogas, a par de ajuntamentos de pessoas em número superior a 20,foi apresentada pelo PSD Seixal em Assembleia Municipal uma moção que pugnava pelo cancelamento da edição 2020 da Festa do Avante».

Frisando que «não nos move nada contra a festa do PCP nem outras manifestações da liberdade e democracia» o comunicado salienta que «quando o assunto é saúde pública, impera que haja responsabilidade e sensatez.

E ao abrigo do sentido de responsabilidade e sensatez dos deputados municipais do PSD foi manifestado, em  moção, o  repúdio veemente  e  absoluto  à  realização  da  Festa  do  Avante  como,  de  igual  modo,  a exortação ao executivo da Câmara Municipal do Seixal para tomar uma posição consentânea com a posição que teve, por exemplo, em relação à realização de outras festas e eventos recentes no concelho do Seixal.

«Mas não. Primeiro, o partido. O partido à frente da população. O partido à frente das pessoas. O partido à frente da responsabilidade e sensatez que se impunha. E tanto assim é que a bancada da CDU votou contra.

Registe-se igualmente que o presidente da Junta de Freguesia  da  Amora,  de  quem  se  esperava  a  defesa intransigente dos  seus  fregueses,  votou  contra. Também o presidente da União de Freguesias do Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires, António Santos, votou contra. Também Eduardo Rosa, presidente da Junta de Freguesia de Corroios votou contra.

Mas não estiveram sós na noite quente de Julho. Também o presidente da Junta de Freguesia de Fernão Ferro, Carlos Reis, votou contra.

E o Bloco de Esquerda, preterindo a tomada de posição em assunto de tão elevada importância, absteve-se.

Ainda que  não se estranhe –mas se lamente– a posição dos comunistas na sua declaração de voto(os assumidos), estranha-se, porém, os que não o são  assumidamente, mas agem como se o fossem.»

No comunicado o PSD Seixal deixa ainda uma palavra para o «sentido de responsabilidade manifestada pelo PS, PAN e CDS que se juntaram ao PSD numa preocupação comum pelos munícipes.

As pessoas que irão à Festa do Avante, mesmo as que não são da população do nosso concelho, correrão riscos,  imensos  riscos.  Não  é  profecia.  É  uma  realidade  comum  a  imensas  celebrações  de  grupo  antes ocorridas cuja história nos mostrou manifestações à posteriori dos participantes.

Reiteramos,  nada,  absolutamente  nada  contra  a  liberdade  das  pessoas  na  manifestação  política  que realizam, nos gostos musicais, nos vários cenários que encontrarão na dita festa. Mas politicamente é uma manifestação de irresponsabilidade a exortação à realização e participação nesta tipologia de eventos.

Assim como – porque a culpa aqui nunca foi solteira –não se entende a autorização existente pelas altas entidades para a sua realização.»

 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome