Parceiros
AtualidadeEconomia

Protestos marcados para 11 de Março podem parar Portugal

- publicidade -

A insatisfação dos automobilistas, mas também das empresas de transportes e mercadorias, tem vindo a aumentar com os sucessivos aumentos dos preços dos combustíveis, que no caso de Portugal ainda não cessaram desde o início de 2022.

Esta semana registou a maior subida dos últimos anos, com aumentos na ordem dos dez cêntimos quer no gasóleo como na gasolina, para o que contribui não apenas o preço do petróleo nos mercados, como também o peso dos impostos.

Depois da marcação de uma manifestação para a Avenida dos Aliados no Porto, agora é avançada uma nova data para «parar Portugal», no dia 11 de Março.

O apelo/desafio parte de grupos do Facebook como o «Motoristas de Portugal» e «Greve aos Combustíveis», onde se organiza um protesto contra a subida do preço dos combustíveis, a realizar na próxima sexta-feira, dia 11 de Março, a partir das 12h00.

«Vamos parar o trânsito. Parem, sem movimento, cortem a A1 e as pontes na zona de Lisboa, pois são os locais com maior movimento» lê-se numa das publicações, que pretende que os condutores parem as suas viaturas onde quer que estejam.

É também pedida a divulgação do protesto «a ver se as empresas de transportes também se juntam pois com estes valores não é bom para ninguém».


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário