Atualidade

Protestos de motociclistas este sábado contra inspeções periódicas

- publicidade -

O Grupo de Ação Motociclista marcou para este sábado, a partir das 16h00, manifestações em Lisboa, Porto, Coimbra, Faro, Funchal e Porto Santo, contra a imposição de inspeções obrigatórias nos motociclos a partir de janeiro de 2022.

As ações de protesto estão marcadas para a avenida dos Aliados, no Porto, o Parque do Choupalinho (junto ao Exploratório – Centro de Ciência Viva), em Coimbra, a zona norte do Parque das Nações (estacionamento junto à foz do Rio Trancão), em Lisboa, o estacionamento junto ao Estádio do Algarve, em Faro, a avenida Sá Carneiro, no Funchal, e a praça de táxis da avenida Manuel Gregório Pestana Júnior, no Porto Santo.

Em declarações à Lusa, António Manuel Francisco, elemento do Grupo de Ação Motociclista, considerou que o Governo «está simplesmente a prestar um serviço a um setor privado, que é o das inspeções e a obrigar os motociclistas a suportar um negócio».

Na base dos protestos estão, alega, «todos os estudos feitos até agora indicam que as falhas mecânicas praticamente não significam nada em termos de causas de acidentes, com uma margem de apenas 0,3%. Os principais riscos para a sinistralidade nas motos são o fator humano e as infraestruturas.»

Portugal está a implementar uma Directiva Europeia de 2014 cujo prazo de transposição para a legislação nacional acaba no final de 2021, que obriga à inspeção periódica obrigatória (IPO) os veículos com uma cilindrada superior a 125 cm3.

No entanto, nem todos os países estão de acordo com esta directiva, como a Irlanda, Holanda, Finlândia, Dinamarca e França.

«Se França fez isso recentemente, Portugal vai muito a tempo. E o que não falta são alternativas para implementar segurança rodoviária nas motas em relação às IPO, que não vão acrescentar nada. Qualquer ação na estrada por parte das autoridades, PSP ou GNR, consegue controlar o estado dos veículos» refere ainda António Manuel Francisco.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo