Quantcast Choice. Consent Manager Tag v2.0 (for TCF 2.0)
Almada

Protesto contra falta de funcionários fecha escolas na Caparica

- publicidade -

O Agrupamento de Escolas da Costa de Caparica, em Almada, que conta com cinco estabelecimentos de ensino, encerrou hoje de manhã devido à greve dos trabalhadores não docentes, que reivindicam o reforço de funcionários.

«Queremos que chegue ao conhecimento do senhor ministro da Educação e ao Governo de que este problema é grave e que se arrasta há vários anos e não é resolvido. As pessoas não são máquinas, são pessoas e têm limites», afirmou à Lusa Paula Bravo, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul (STFPSS).

Segundo a responsável, a paralisação dos funcionários, entre as 07h00 e as 10h00, motivou o encerramento da Escola Secundária do Monte de Caparica, da Escola Básica 2,3 Costa de Caparica e das escolas primárias José Cardoso Pires, Costa de Caparica e Vila Nova de Caparica, em Almada, no distrito de Setúbal.

A partir das 08h00 os funcionários, alunos e encarregados de educação realizaram uma concentração em frente à escola básica Costa de Caparica, onde estiveram cerca de 50 funcionários.

Se nada mudar depois da paralisação e protesto de hoje, a dirigente sindical promete continuar e alargar a luta.

A situação tem estado a ser registada um pouco por todo o país, com escolas a encerrar mais cedo, como no Pinhal Novo, Palmela ou a abrir apenas em determinados períodos, conforme aconteceu na Quinta da Courela, no Seixal.

O Diário do Distrito sabe também que na Escola Secundária Dr. José Afonso, no Seixal, o estabelecimento está a funcionar no limite do número de funcionários, estando a ser pedido a estes um ‘esforço adicional’ de forma a que não entrem de baixa médica.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui