AtualidadeCrimeSeixal

Proprietário de café na Amora acusado de tentativa de homicídio

O proprietário de um café na Amora está acusado de homicídio pelo Ministério Público do Seixal após ter esfaqueado um vizinho no peito, devido ao barulho excessivo, tendo ainda acusado uma arguida pela prática do crime de ofensa à integridade física simples.

A situação ocorreu no dia 27 de Junho de 2020 e o arguido foi agora acusado de homicídio na forma tentada e de um crime de detenção de arma proibida.


De acordo com a acusação, num primeiro momento e na sequência de desentendimentos relacionados com o barulho produzido no café, a arguida envolveu-se em confrontos com uma das vítimas, tendo-a agredido e empurrado.

«O marido da ofendida tentou intervir mas viu-se rodeado por um grupo de pessoas, incluindo o arguido que, com uma faca de cozinha, lhe desferiu um golpe no hemotórax direito, provocando-lhe lesão idónea a causar a morte» refere a acusação.

«A vítima foi socorrida e assistida no hospital, tendo sobrevivido graças ao tratamento a que foi submetida.»

O inquérito foi dirigido pelo DIAP da Procuradoria da República da Comarca de Lisboa – 1ª secção do Seixal, com a coadjuvação da PSP.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.