AtualidadeDestaqueGrândola

Programa de incentivo ao consumo no comércio local em Grândola movimentou milhares de euros

- publicidade -

O programa de incentivo ao consumo no comércio local, “Eu Compro em Grândola”, promovido pelo Município de Grândola em parceria com a Associação de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo do Distrito de Setúbal (ACISTDS), decorreu de 1 de dezembro a 6 de janeiro com uma adesão de mais de 50 lojas do concelho. Ao longo deste período foram entregues mais de 18 700 cupões (1 cupão corresponde a 15€ de compras) totalizando um volume de compras de cerca de 290 mil euros.

O Município faz, por isso, um balanço muito positivo do programa que teve também uma vertente de responsabilidade social e ambiental envolvendo da USG e Programa Viver Solidário, Agrupamento de Escolas de Grândola (alunos do 1.º Ciclo e do ensino pré-escolar) e da Cercigrândola através da confeção das estrelas de Natal que ornamentaram os pinheiros de Natal disponibilizados aos estabelecimentos aderentes e que irão ser plantados pelos utentes da Cercigrândola.

Paralelamente aos prémios atribuídos aos consumidores do concelho, o Programa previa ainda a atribuição 3% do valor de cada cupão até ao limite máximo de 5 mil euros à Cercigrandola. O sucesso da iniciativa vai permitir, deste modo, atribuir a montante máximo regulamentado a esta instituição para ajuda à construção da sala de convívio.

Os vencedores do sorteio foram conhecidos no passado dia 28 de janeiro e vão receber prémios no valor total de 2 mil euros em vales de compras.

Recorde-se que o programa “Eu Compro em Grândola” teve início em meados do ano passado, revelando-se uma importante medida municipal de apoio aos consumidores e ao comércio tradicional contribuindo para minimizar os impactos negativos da pandemia e para dinamização da economia local estando, por isso, garantida a sua continuidade em 2021.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui