Nacional

Professores alertam para falta e docentes e funcionários no início do ano letivo

A Fenprof (Federação Nacional dos Professores) e FNE (Federação Nacional dos Sindicatos de Professores) alertaram para a faltam professores e funcionários no início do ano letivo.

- publicidade -

A Fenprof (Federação Nacional dos Professores) e FNE (Federação Nacional dos Sindicatos de Professores) alertaram para a faltam professores e funcionários no início do ano letivo.

Cerca de 1,2 milhões de alunos do 1.º ao 12.º ano começam as aulas, a partir de terça-feira, numa altura em que ainda estão a decorrer processos de colocação de professores e concursos para a contratação de assistentes operacionais.

“Estamos a acompanhar o processo de reserva de recrutamento de professores e este ano não deverá ser diferente dos anteriores. Já se sabe que em zonas do país, como Lisboa e Vale do Tejo, há sempre falta de alguns professores a algumas disciplinas como é o caso de Informática”, disse o secretário-geral da Federação Nacional da Educação (FNE), João Dias da Silva.

A Fenprof indica que  “algumas escolas de Lisboa, Setúbal e Algarve não conseguem arranjar professores a várias disciplinas, como Português, Geografia, História e Biologia”, acrescentando ainda que este vão aposentar-se cerca de 2.100 docentes.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo