Atualidadecoronavírus

Procissão do Senhor dos Passos da Graça não sairá no próximo domingo pela primeira vez em 434 anos

- publicidade -

A Real Irmandade da Santa Cruz e Passos da Graça anunciou que este ano não irá realizar a procissão com a imagem do Senhor dos Passos em Lisboa, que sai desde 1587 no segundo domingo da Quaresma.

Esta é a primeira vez na história desta irmandade, em 434 anos, que a procissão não se irá realizar, devido à pandemia de covid19.

«É um ano bastante triste para nós, é um ano que pela primeira vez a imagem do Senhor dos Passos não sai em procissão nas ruas de Lisboa», disse à Agência ECCLESIA o provedor da instituição.

Francisco Mendia afirma que «este é um ano único», e recordou que mesmo noutras épocas de dificuldades, a imagem sempre saiu em procissão na Quaresma, até durante a Gripe Espanhola, nas Invasões Francesas ou na implementação da República.

A Real Irmandade da Santa Cruz e Passos da Graça tem 435 anos e foi constituída para realizar esta procissão que se realiza desde o século XVI, assumindo-se como «possivelmente a maior devoção de Lisboa», afirmou Francisco Mendia.

Esta foi a primeira procissão de Passos em Portugal, por isso é «tão acarinhada pela cidade de Lisboa» e inspirou outras em vários países, como o Brasil ou a Índia.

A imagem do Senhor dos Passos da Irmandade foi oferecida pelo Rei D. José e tem consigo o ‘Santo Lenho’, um pedaço do que se acredita ser da cruz de Cristo.

No próximo domingo, o segundo da Quaresma, sem a tradicional procissão, entre a igreja de São Roque até à igreja da Graça, a irmandade vai transmitir a Missa, presidida por D. Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa, às 11h00, na sua página no Facebook, nos meios digitais do Patriarcado de Lisboa e pela Rádio Renascença.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui