Prisão preventiva por venda de estupefacientes via telefone no Seixal

Ficou em prisão preventiva o homem indiciado por tráfico de estupefacientes no Seixal.

0
146
Tempo de Leitura: < 1 minuto

O Ministério Público apresentou a primeiro interrogatório judicial um detido, suspeito da prática de um crime de tráfico de estupefacientes, fortemente indiciado de, pelo menos desde finais do ano de 2014, se dedicar à atividade de compra e venda de produtos estupefacientes, nomeadamente, cocaína, no município do Seixal.

Para o efeito, o arguido era contatado por telefone pelos vários consumidores, dirigindo-se depois para os locais combinados onde procedia à venda dos produtos estupefacientes.

Na sequência da emissão de mandados de busca foram apreendidos na posse do arguido vários objetos, cocaína e cerca de 22 mil euros em dinheiro.

Após interrogatório, o Ministério Público requereu a aplicação ao arguido da medida de coação de prisão preventiva, a qual foi aplicada pelo juiz de Instrução.

A investigação prossegue sob direção do Ministério Público do Seixal do DIAP da Comarca de Lisboa, com a coadjuvação da PSP, e o inquérito encontra-se em segredo de justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome