BarreiroDistritoDistrito SetúbalJustiça

Prisão preventiva para segundo suspeito de assalto com violência a ourivesaria em Coina

publicidade

O Tribunal Judicial do Barreiro aplicou a prisão preventiva como medida de coação ao homem que foi detido no dia 2 de Abril pela GNR, pelo furto qualificado e violência contra o empregado de uma ourivesaria na localidade de Coina, Barreiro.

O homem de 29 anos, foi detido no Laranjeiro, depois de em Fevereiro, em coautoria com outro indivíduo também já sob prisão preventiva, aproveitaram uma distração dos funcionários presentes em loja, para subtraírem diversos artigos em ouro, de um compartimento integrado no balcão de atendimento ao público.

No entanto, ao serem surpreendidos em flagrante delito pelos funcionários ali presentes, colocaram-se em fuga, empregando coação física sobre um dos funcionários que os tentou impedir.

Desde então, foram desenvolvidas diligências de investigação entre a GNR e a PSP durante três semanas, que permitiram identificar e deter o suspeito, mediante o cumprimento de um mandado de detenção.

A ação envolveu ainda a realização de uma busca domiciliária, onde foi apreendido: 24 doses de cocaína; 1 balança de precisão digital; 1 telemóvel e 2 dispositivos para desmagnetização, por infravermelhos, de sistemas de alarme utilizados em grandes superfícies comerciais.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui