Justiça

Prisão preventiva para ‘ladrão do Metro’

publicidade

O Tribunal aplicou a medida de prisão preventiva a um homem acusado de cinco crimes de roubo agravado e um crime de roubo simples.

As autoridades provaram que este suspeito realizou cinco roubos com recurso à força, entre março de 2020 e maio de 2020, no interior de estações de metro de Lisboa, nos quais abordou diversos ofendidos, a quem subtraiu mediante a força, os telemóveis.

Numa outra ocasião o arguido entrou num estabelecimento comercial, em Lisboa, de onde subtraiu três garrafas de whisky, após empurrar o empregado da loja, colocando-se de imediato em fuga, sem proceder ao respetivo pagamento.

O arguido encontra-se sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

O inquérito foi dirigido pelo Ministério Público da 2.ª secção do DIAP de Lisboa/Sede, com a coadjuvação da PSP.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios. Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site