Almada

Prisão preventiva para elemento de grupo que assaltou estabelecimento em Almada

- publicidade -

O Tribunal de Almada aplicou a medida de prisão preventiva a um detido, indiciado pela prática de um crime de roubo agravado em Almada, este domingo.

O arguido é suspeito de integrar um grupo de indivíduos que, encapuzados e munidos do que parecia ser uma arma de fogo, deslocaram-se a um estabelecimento comercial, num momento em que o mesmo estava ainda em funcionamento, e na presença clientes e dos funcionários, exigiram a entrega de valores que ali se encontrassem.

Por receio, perante a exibição de arma, um dos funcionários entregou-lhes a quantia, em numerário, de mil euros, colocando-se o grupo em fuga de imediato, refere um comunicado da Procuradoria da República.

O arguido veio a ser intercetado na posse da arma que, após apreensão, se revelou ser uma réplica.

Na sequência do interrogatório, o Ministério Público requereu a aplicação ao arguido da medida de coação de prisão preventiva, a qual foi aplicada pela juiz de Instrução.
A investigação prossegue sob direção do Ministério Público de Almada do DIAP da Comarca de Lisboa, com a coadjuvação da PSP.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui