AtualidadeCrimeMontijo

Prisão preventiva e apresentações periódicas para assaltantes de casa no Montijo

- publicidade -

Os três homens que foram capturados pelas autoridades após assaltarem uma casa no Montijo, foram presentes a primeiro interrogatório judicial pelo Ministério Público, indiciados pela prática de dois crimes de roubo, um deles agravado, e de um crime de detenção de arma proibida.

Os factos ocorreram no Montijo, por volta da meia-noite de 6 outubro de 2021, refere a acusação.

«Enquanto dois arguidos ficavam no exterior a vigiar, o outro arguido, empunhando uma arma de fogo e acompanhado de mais dois suspeitos, todos encapuzados, entraram à força numa habitação. Mediante intimidação, acabaram por fazer suas as quantias em dinheiro que encontraram bem como um telemóvel.»

Na sequência do interrogatório e em consonância com o promovido pelo Ministério Público, o juiz de Instrução Criminal decidiu aplicar a dois arguidos a medida de coação de prisão preventiva. O terceiro arguido ficou sujeito a apresentações diárias no órgão de polícia criminal da área da residência.

A investigação prossegue sob direção do DIAP da Procuradoria da República da Comarca de Lisboa – secção do Montijo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo