Atualidade

«Preto não entra» foi a frase filmada por mulher impedida de entrar em loja chinesa

publicidade

A frase pertence a um comerciante chinês com uma loja na localidade do Entroncamento, que impediu a entrada de uma cliente por esta ser «negra».

O momento foi filmado pela mulher que ia acompanhada por outra pessoa, que chega a perguntar ao comerciante se «pode entrar porque é branca».

O comerciante alega que «preto rouba muito» para ‘justificar’ a proibição de entrada no estabelecimento, e foge a mais questões.

Após este incidente, que teve lugar na passada quarta-feira, a visada fez queixa e o comerciante foi identificado pela PSP, e por estar em causa um crime público, contra a identidade cultural, foi feito um auto de notícia, que seguiu para o Ministério Público do Entroncamento, para instauração de processo-crime.

Mesmo perante a patrulha da PSP, o comerciante manteve que não deixava entrar «preto na loja porque rouba».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui