Destaque
Em Destaque

Presidente do Tribunal de Contas despedido por Costa com telefonema

O primeiro-ministro ligou a Vítor Caldeira para o despedir. Juízes conselheiros acreditam que o presidente que foi despedido por telefone foi “vítima da sua independência”.

publicidade

António Costa, primeiro-ministro, decidiu ligar ao presidente do Tribunal de Contas, Vítor Caldeira, para lhe comunicação que não seria reconduzido para o cargo.

A decisão foi comunicada por telefone – mesmo depois do próprio presidente do TC ter enviado vários pedidos de audiência formal para o primeiro-ministro, mas sem qualquer resposta de António Costa.

O Sol adianta na sua edição que os juízes conselheiros do TC, acreditam que se trata de uma “vingança” por parte do executivo porque Vítor Caldeira era muito independente, e que o presidente do TC foi “vítima da sua independência”.

A dispensa da função não agradou aos conselheiros que dizem mostrar-se de “um desrespeito pelo presidente do Tribunal de Contas e pela própria instituição”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui