Parceiros
AtualidadeDestaque

Presidente da República recorda Eunice Muñoz e Decreta Luto Nacional

- publicidade -

Marcelo Rebelo de Sousa deixou hoje uma mensagem dedicada à actriz Eunice Muñoz no site da Presidência da República.

«Apresento as minhas sentidas condolências à família de Eunice Muñoz, uma atriz a quem bastava como identificação o nome próprio: dizíamos Eunice e não havia outra. Como de facto não havia.»

O Presidente da República relembra ainda os encontros que teve com a actriz «com quem tive a oportunidade de estar diversas vezes ao longo do meu mandato, de a ver e ouvir, de a aplaudir, de com ela conversar, e de a homenagear, fazendo minhas as palavras de tantos portugueses na admiração e carinho que lhe tivemos e na grata memória que dela guardamos».

A página da Presidência apresenta ainda um pequeno historial da vida de um dos maiores nomes das artes em Portugal.

«Nascida numa família de atores, Eunice estreou-se profissionalmente aos 13 anos, e trabalhou até 2021, oito décadas depois, começando e terminando a carreira no mesmo palco, o do Teatro Nacional D. Maria II, em 1941 dirigida por Amélia Rey Colaço e Robles Monteiro, e em 2021 na companhia de sua neta, com uma peça contemporânea sem palavras, como se a sua presença fosse, como era, suficiente não apenas para aquele espetáculo, mas para evocar décadas de memórias que dela todos tínhamos.

Trabalhou em teatro com Palmira Bastos, Maria Matos, António Silva, Vasco Santana, António Pedro, Raul Solnado (com quem fundou a Companhia Portuguesa de Comediantes), Carlos Avilez, João Lourenço, Filipe La Féria, João Perry, Fernanda Montenegro, entre tantas e tantos, e distinguiu-se em peças de Racine, Brecht, Anouilh, Brecht, Genet, em «Zerlina», a partir de Hermann Broch, e em «O Ano do Pensamento Mágico», a partir de Joan Didion. No cinema, entrou em filmes de Leitão de Barros, Lauro António e João Botelho. Das suas participações televisivas, lembramos antes de mais a protagonista de «A Banqueira do Povo», na RTP.»

Esta manhã o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa já havia evocado a actriz perante os jornalistas, quando afirmou «Portugal está de luto. Nós habituámo-nos à ideia de que a Eunice Muñoz era eterna. Fisicamente não é. Resistiu a uma, duas, três, quatro crises de saúde. Mas é eterna no nosso espírito, não a esquecemos.

Marcou a nossa vida durante décadas e décadas e, portanto, eu queria, em nome todos os Portugueses, agradecer-lhe uma vida dedicada ao teatro, mas também ao cinema, à televisão, à cultura em Portugal, isto é, dedicada aos Portugueses.

Não a esquecemos, nunca a esqueceremos, estará sempre no nosso coração.»

Além da homenagem, o Presidente da República decretou também o dia do funeral de Eunice Muñoz, que terá lugar na próxima terça-feira, como Dia de Luto Nacional.

Também a Câmara Municipal de Oeiras decretou três dias de luto municipal pela morte de Eunice Muñoz, que viveu sempre neste concelho e «há 25 anos deu o seu nome ao auditório municipal de Oeiras: Auditório Municipal Eunice Muñoz, onde voltaria a subir o ano passado para celebrar 80 anos de carreira», recorda a autarquia.

As cerimónias fúnebres da atriz Eunice Muñoz vão decorrer na Basílica da Estrela, em Lisboa, na segunda e na terça-feira, seguindo depois o funeral para o Cemitério do Alto de S. João, onde o corpo será cremado.

A informação foi dada à agência Lusa pelo filho da atriz, acrescentando que o velório decorrerá entre as 17h00 e as 22h30 de segunda-feira e entre as 10h00 e as 15h00 de terça-feira.

- publicidade -

Entre as 15h00 e 16h00 de terça-feira, será celebrada uma missa de corpo presente, na Basílica da Estrela, estando a cerimónia de cremação no cemitério prevista para as 17h00, precisou António Muñoz.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário