AtualidadeDestaqueInternacional

Prémio internacional de arquitetura para Siza Vieira e Carlos Castanheira por museu na China

- publicidade -

Os arquitectos Siza Vieira e Carlos Castanheira acabam de vencer o prémio internacional de Edifício do ano 2021, do Archdaily, na categoria Arquitetura Cultural, com um projeto que desenvolveram na China: o Museu de Arte e Educação de Ningbo.

O edifício demorou três anos a ser construído e foi inaugurado a 21 de novembro de 2020.

O Museu de Arte e Educação de Ningbo foi construído para albergar a coleção de pintura e escultura de um empresário chinês, ao longo de 5300 metros quadrados, e é revestido a chapa metálica negra, de forma ondulada.

Este trabalho de Siza Vieira e Carlos Castanheira foi a votos, com outros arquitetos internacionais, e os membros registados na plataforma Archdaily escolheram-no como o Edifício do Ano 2021.

O projeto de Siza Vieira e Carlos Castanheira foi o único a representar Portugal nestes prémios e concorria com edifícios de vários países: o Museu Audemars Piguet, em Le Brassus, na Suíça; o centro chinês de Arte de Qujiang, em Xi’an – Shanxi; o edifício Experimenta, em Heilbronn, na Alemanha, e o MEETT – Centro de Congressos e Exposições de Toulouse.

A dupla já venceu antes este prémio, em 2015, com o projeto ‘Building on the Water’, em Huai´an, também na China.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo