Quantcast Choice. Consent Manager Tag v2.0 (for TCF 2.0)
EconomiaNacional

Preço dos combustíveis volta a subir na segunda-feira

- publicidade -

O preço dos combustíveis vai voltar a subir na segunda-feira, e a gasolina vai disparar para os máximos de Março, anulando todas as quedas que se registaram desde o início do estado de emergência em Portugal.

A forte subida das cotações do petróleo e dos combustíveis no mercado europeu, a que se junta o peso dos impostos, vai agravar a fatura que os portugueses vão pagar para abastecer o automóvel.

A tonelada métrica da gasolina disparou mais de 18% esta semana (tendo em conta a cotação média diária em euros), o que de acordo com os cálculos do jornal ‘Negócios’ aponta para um agravamento de 4 cêntimos por litro no preço da gasolina simples em Portugal.

Segundo a Direção Geral de Energia e Geologia, este combustível está a ser vendido esta semana em Portugal a um preço médio de 1,33 euros por litro, pelo que a confirmar-se este agravamento, o preço subirá para o nível mais elevado desde meados de março, quando foi decretado em Portugal o Estado de Emergência para conter a pandemia da covid-19.

Esta é a quinta subida consecutiva e neste período de cinco semanas a gasolina simples acumula um agravamento de 13,3 cêntimos por litro (já com a subida para a próxima segunda-feira).

No caso do gasóleo os aumentos serão mais suaves, mas também será a quinta semana de agravamento de preços, uma vez que a tonelada métrica do combustível aumentou cerca de 6%.

Assim o preço do gasóleo simples em Portugal deverá aumentar cerca de dois cêntimos. A confirmar-se, subirá para um preço médio em redor de 1,19 euros por litro, o que representa um máximo de 20 de abril. Em cinco semanas o aumento é superior a 6 cêntimos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui