Crime

Português detido em Espanha após queimar parte do corpo da companheira

- publicidade -

Um português de 38 anos foi detido na província de Lérida, em Espanha, depois de ter tentado matar a companheira e a ter deixado com 18% do corpo queimado.

Segundo a imprensa espanhola, o caso aconteceu durante a madrugada, quando o homem terá mandado “algo à cara” da vítima, a mulher, de 48 anos, que desconfia que terá sido álcool. Assustada, ter-se-á levantando da cama e viu-o com a acetona na mão, antes de este lhe atirar o líquido inflamável à cara. A mulher terá ainda tirado a blusa que tinha, mas ouviu-o dizer: “Agora sim, vais morrer, vou queimar tudo”. A mulher diz ainda lembrar-se que o homem a tentou estrangular, mas depois disso só se recorda de descer as escadas da habitação, ouvindo o companheiro dizer que também estava queimado.

Na sequência deste episódio um incêndio deflagrou na casa, o que terá obrigado à evacuação do prédio, composto por três andares.

Antes de fugir, o homem ter-se-á cruzado com uma vizinha, que lhe pediu ajuda. “O que me importa? O problema não é meu”, ter-lhe-á respondido. A mesma testemunha terá ainda ouvido a mulher a pedir ajuda e dizer que tinha sido o suspeito o causador daquela situação.

O homem foi detido umas horas depois pelos Mossos d’Esquadra, já ao início da manhã. A primeira audiência aconteceu na quarta-feira, e foi decretada prisão preventiva sem possibilidade de sair sob fiança. Já a mulher foi transferida para uma unidade de queimados em Barcelona, com ferimentos sobretudo na cara e braços.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *