AtualidadeEconomiaPaís

Portugal, Espanha e França chegam a acordo sobre interconexões ibéricas

- publicidade -

Os Governos de Portugal, Espanha e França chegaram a um acordo para acelerar o abastecimento de gás para a Península Ibérica, atualmente isolada do continente Europeu neste quesito. O processo prevê alargar ainda as ambições já estabelecidas relativamente ao projeto anterior, denominado de MindCat.

O novo projeto terá o nome de “corredor de energia “verde””, e além do transporte de gás, vai possibilitar também o fornecimento de hidrogénio “verde” e energia elétrica. A alternativa encontrada vai servir-se das cidades de Marselha e Barcelona. 

“Chegámos a acordo – os três governos – de subsistir o projeto do MindCat por um novo projeto, que se irá chamar um corredor de energia ‘verde’, que irá unir a Península Ibérica a França e, portanto, ao mercado energético europeu, através da alternativa Barcelona e Marselha, criando um ‘pipeline’ [gasoduto] para o hidrogénio ‘verde’ e também, durante a transição, para o gás […] entre Barcelona e Marselha”, anunciou o chefe de governo espanhol, Pedro Sánchez, na chegada ao Conselho Europeu, em Bruxelas, após acordo entre os três países.

O chefe do Governo espanhol, Pedro Sánchez,  referiu ainda a importância da aceleração da criação das infra estruturas, numa altura em que a Europa passa por uma crise energética e teme não conseguir abastecer toda a população. 

O encontro entre os três países ocorreu esta manhã em Bruxelas, numa reunião onde os três homólogos discutiram a crise energética e mostraram estar de acordo com o planeamento futuro da distribuição de energia para a Península Ibérica.

O Primeiro Ministro português, António Costa, mostrou-se “muito satisfeito” após a reunião entre os três Governos.

Pedro Sánchez, adiantou ainda que numa reunião à margem da Parceria Euromed (Euro-Mediterrânica), com data marcada para 8 e 9 de Dezembro os três líderes vão definir “prazos para os investimentos”, a “repartição dos custos” e o “volume de recursos económicos que terão de ser alocados”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *